Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2391
Title: A percepção dos gestores de assistência social sobre o processo de sucessão municipal.
Authors: Santos, Julia Garcia dos
metadata.dc.contributor.advisor: Miranda, Antônio Carlos
metadata.dc.contributor.referee: Pessoa, Deborah Kelly Nascimento
Maranhão, Carolina Machado Saraiva de Albuquerque
Miranda, Antônio Carlos
Keywords: Administração pública
Administração municipal
Assistência social
Issue Date: 2019
Citation: SANTOS, Julia Garcia dos. A percepção dos gestores de assistência social sobre o processo de sucessão municipal. 2019. 36 f. Monografia (Graduação em Administração) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2019.
Abstract: Esta pesquisa tem como objetivo compreender como a rotatividade do poder executivo municipal afeta o processo decisório das práticas de gestão de uma instituição pública de assistência social em um município de Minas Gerais. Para isso, foi necessária identificação das práticas e as percepções da equipe de atuação do serviço por meio da abordagem qualitativa, efetuada seis entrevistas aos funcionários públicos da assistência social e, por último, a análise dos resultados a partir da análise do discurso, para melhor elucidação das abordagens e diferenças teóricas percebidas através da construção simbólica e subjetiva de cada participante. Através dos resultados foi possível notar as características marcantes do processo de sucessão do executivo municipal nas práticas de assistência social, como o clientelismo, o crescimento na buscas por resultados em ano de eleição, o desequilíbrio gerado na gestão de Recursos Humanos e materiais, o uso da política para interesses próprios, o descumprimento de uma das práticas de conduta vedada pelo Tribunal Superior Eleitoral e o baixo acompanhamento da gestão nas unidades de serviço.
metadata.dc.description.abstracten: This current research aims to understand how the election of the municipal executive power affects the decision process of management practices in a public social assistance institution of a city in Minas Gerais. For that, it was identified the practices and the perceptions of the service's performance team from the qualitative approach, six interviews were conducted with the workers and, lastly, the analysis of the results through the discourse analysis for a better elucidation of the approaches and theoretical differences perceived through the symbolic and subjective construction of each participant. The results noticed the remarkable characteristics of the succession process of the municipal executive in social assistance practices, such as patronage, growth in search for results in election year, the imbalance generated in the management of human and material resources, the use self-interest policy, non-compliance with one of the conduct practices prohibited by the Superior Electoral Court and the poor monitoring of management in service units.
URI: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2391
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_PercepçãoGestoresAssistência.pdf1,1 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons