Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2314
Title: Nova sensibilidade e afirmação do feminino negro.
Authors: Barroso, Nathalia Nascimento
metadata.dc.contributor.advisor: Kangussu, Imaculada Maria Guimarães
Keywords: Angela Davis
Nova sensibilidade
Feminino negro
Issue Date: 2019
Citation: BARROSO, Nathalia Nascimento. Nova sensibilidade e afirmação do feminino negro. 2019. 20 f. Monografia (Graduação em Filosofia) - Instituto de Filosofia, Artes e Cultura, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2019.
Abstract: As obras “Mulheres, Raça e Classe” (1981) e “Blues Legancies and Black Faminism: Gertrude ‘Ma’ Rainey, Bessie Smith and Billie Holiday” (1998) da filósofa norte-americana Angela Davis, juntamente com as direções teóricas oferecidas por Herbert Marcuse, sobretudo na obra “An Essay on Liberation” (1969), apontam que o potencial político da arte é encontrado na necessidade de denunciar a realidade imposta e em curso, propondo uma nova experiência de transformação radical dos valores da cultura dominante, e salientando a necessidade de uma Nova Sensibilidade. O Blues clássico feminino é apontado como exemplo de potencial político de denúncia e de desenvolvimento de uma nova consciência social entre os negros, principalmente os pertencentes à classe trabalhadora norte-americana. Partindo das propostas marcuseanas sobre o papel do potencial político da arte é possível compreender o Blues como um comunicador de verdades que não conseguiam antes serem comunicadas na realidade histórica.
metadata.dc.description.abstracten: The books “Women, Race and Class” (1981) and “Blues Legacies and Black Feminism: Gertrude ‘Ma’ Rainey, Bessie Smith and Billie Holiday” (1998) by the philosopher Angela Davis, and the theorical direction by Herbert Marcuse, especially at the book “An Essay on Liberation” (1969), pointed out the political potential of art, and localized that in the need to denounce an imposed and ongoing reality, proposing a new experience of radical transformation of the values of dominant culture, highlighting a need for a new sensibility. The classical female blues is taken as an example of the political potential of denunciation and development a new social consciousness in working class, especially between black people. The political potential of art makes possible to understand the Blues as a communicator of truths that could not be communicated before in the historical reality.
Description: Não houve uma banca avaliadora visto que o trabalho realizado é um artigo científico.
URI: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2314
Appears in Collections:Filosofia - Bacharelado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_NovaSensibilidadeAfirmação.pdf414,79 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons