Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1944
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBarros, Thiago de Sousapt_BR
dc.contributor.authorGonçalves, Bruno da Silva-
dc.date.accessioned2019-07-26T10:27:15Z-
dc.date.available2019-07-26T10:27:15Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationGONÇALVES, Bruno da Silva. Acidente da Samarco e Ouro Preto : a dependência econômica do município em relação à extração mineral. 2019. 35 f. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1944-
dc.description.abstractA extração mineral é a principal atividade econômica do município de Ouro Preto, sendo responsável por uma grande parcela da arrecadação a cada ano, sendo, a Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais e o Imposto Sobre Serviços, os principais impostos que compõe as receitas do município. Em contra partida, tal dependência gera uma vulnerabilidade do município em relação à atividade de exploração mineral. Assim, o objetivo principal desta investigação é analisar a dependência econômica do Município de Ouro Preto em relação à atividade mineradora, através dos dados da receita tributária do cidade. Ainda, busca-se compreender, por meio de uma análise história-descritiva, a formação da estrutura produtiva da cidade, com base na teoria path-dependence, e sua dependência estrutural em relação a atividade mineradora, investigando a possibilidade da ocorrência da Doença Holandesa no município. Observou-se, por meio de uma análise descritiva histórica, que cidade de Ouro Preto inicia seu processo de desenvolvimento por meio da dependência da atividade extrativa, com a descoberta de ouro em sua região no século XVIII. Ainda, observa-se que, ainda hoje, a principal atividade da cidade é a extração mineral. Nesse aspecto, justificou-se que há indícios da ocorrência da Doença Holandesa em Ouro Preto, visto que a indústria extrativa se configura como a principal atividade da cidade desde, o que acaba por desestimular a sofisticação e a diversificação produtiva. Ainda, visualizou-se a fragilidade da cidade quanto a atividade, dado que a arrecadação tributária municipal foi afetada significativamente com o Acidente da Samarco em 2015.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectExtração mineralpt_BR
dc.subjectAcidente da Samarcopt_BR
dc.titleAcidente da Samarco e Ouro Preto : a dependência econômica do município em relação à extração mineral.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeMatos, Getúlio Alves de Souzapt_BR
dc.contributor.refereeMendes, Chrystian Soarespt_BR
dc.contributor.refereeBarros, Thiago de Sousapt_BR
dc.description.abstractenThe mineral extraction is the main economic activity of the municipality of Ouro Preto, being responsible for a large portion of the collection each year, being the Financial Compensation for the Exploration of Mineral Resources and the Tax on Services, the main taxes that make up the revenues of the County. On the other hand, such dependence generates a vulnerability of the municipality in relation to the mineral exploration activity. Thus, the main objective of this investigation is to analyze the economic dependency of the Municipality of Ouro Preto in relation to the mining activity, through the data of the city's tax revenue. It is also intended to understand, through a history-descriptive analysis, the formation of the productive structure of the city, based on path dependence theory, and its structural dependence on mining activity, investigating the possibility of occurrence of Dutch Disease in the municipality. It was observed, through a historical descriptive analysis, that the city of Ouro Preto begins its development process through the dependence of extractive activity, with the discovery of gold in its region in the eighteenth century. Still, it is observed that, even today, the main activity of the city is mineral extraction. In this aspect, it was justified that there is evidence of the occurrence of the Dutch Disease in Ouro Preto, since the extractive industry has been the main activity of the city since, which ends up discouraging sophistication and productive diversification. Also, the city's fragility regarding activity was visualized, since municipal tax collection was significantly affected with the Samarco Accident in 2015.pt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_AcidenteSamarcoOuro.pdf731,56 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons