Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1008
Title: Representação, ideologia e lugar de fala na "Carta Aberta ao Brasil" de Mark Manson.
Authors: Monteiro, Lívia Alessandra Campos
metadata.dc.contributor.advisor: Prado, Denise Figueiredo Barros do
metadata.dc.contributor.referee: Prado, Denise Figueiredo Barros do
Rodrigues, Hila Bernadete Silva
Tavares, Frederico de Mello Brandão
Keywords: Análise do discurso
Ideologia - aspectos sociais
Issue Date: 2017
Citation: MONTEIRO, Lívia Alessandra Campos. Representação, ideologia e lugar de fala na "Carta Aberta ao Brasil" de Mark Manson. 2017. 74 f. Monografia (Graduação em Jornalismo) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2017.
Abstract: O objetivo desta pesquisa é analisar a construção de sentido e da representação de brasileiro na narrativa de um post chamado “Uma Carta Aberta ao Brasil”, do blog do estadunidense Mark Manson. A análise busca produzir uma discussão sobre a construção de sentido e legitimidade na narrativa do post. Nossa discussão teórica conta com o suporte dos conceitos de ideologia de Thompson (2011) e Eagleton (1997), representação de Moscovici (2001) e Jodelet (1993), interpelação de Hall (2011), interação verbal de Bakhtin (2009), construção de alteridade de Dionízio (2011) e identidade discursiva de Charaudeau (2009). A Carta foi analisada a partir de quatro eixos: “os interlocutores da Carta Aberta ao Brasil”, “os problemas brasileiros”, “construção dos brasileiros na Carta - Você e “os brasileiros” e “a legitimidade de Mark Manson”. Estes nos permitiram concluir que a Carta se encontra dentro de um fenômeno possibilitado pela internet em que blogueiros são legitimados e opiniões são apresentadas como verdade. Verificamos também que a narrativa é publicada em um contexto político brasileiro em que discursos inflados são recorrentes, sendo a Carta Aberta ao Brasil apenas um entre milhões de discursos opinativos.
metadata.dc.description.abstracten: The objective of this research is to analyze the construction of meaning and representation of Brazilian in the narrative of a blog post called "An Open Letter to Brazil", by the American blogger Mark Manson. The analysis seeks to produce a discussion about the construction of meaning and legitimacy in the narrative of a post, with the support of the concepts of ideology and representation, interpellation of the other, verbal interaction, construction of alterity and discursive identity. The Letter was analysed from four axes: “the interlocutors from An Open Letter to Brazil”, "brazilian’s problems", "brazilian’s construction in the letter – you and ‘brazilians’" and "Mark Manson’s legitimity". Those allowed us to conclude that the Letter is found inside an context made possible by internet, where bloggers are legitimated and opinions are showed as true. We also verified that the narrative is published in a brazilian’s politic context in which inflated speechs are regular, being An Open Letter to Brazil just one between thousands of opinative speechs.
URI: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1008
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida à Biblioteca Digital de TCC’s da UFOP pelo(a) autor(a) em 28/08/2017 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_RepresentaçãoIdeologiaFala.pdf2,05 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons