Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/828
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMurcho, Desidério Orlando Figueiredopt_BR
dc.contributor.advisorDulci, Luciana Crivellaript_BR
dc.contributor.authorGonçalves, Frederico-
dc.date.accessioned2018-03-26T15:27:40Z-
dc.date.available2018-03-26T15:27:40Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationGONÇALVES, Frederico. Aspectos da natureza humana. 2017. 56 f. Monografia (Graduação em Filosofia) - Instituto de Filosofia, Artes e Cultura, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/828-
dc.description.abstractEste ensaio versa principalmente sobre dois aspectos da vida humana: o aspecto biológico e o sociocultural. Pretendo examinar como estas duas dimensões da existência humana influenciam o nosso modo de ver o mundo, de maneira que os seus objetos adquiram sentido. O foco é na experiência, por via dos sentidos. Assim, busco oferecer razões para defender que a experiência precede a inteligência. Descartes destituiu o corpo de inteligência, relegando-a ao plano imaterial da mente. Este ensaio deseja devolver ao corpo a sua integralidade ao lançar luz sobre a relação que existe entre os órgãos dos sentidos e as dimensões interior e exterior da existência humana. Veremos como que, desde os primeiros anos de vida, a experiência sensorial determina a formação do cérebro e como a vida em sociedade determina os valores, regras e princípios que regem os indivíduos, por meio de uma imposição social. Além disso, veremos como o corpo é tanto uma construção cultural quanto um organismo biológico. Por fim, examinaremos como a experiência artística, especialmente a dança, pode produzir um tipo de experiência libertadora por apelar à imaginação e por ter como fundador o movimento, um dos princípios universais que rege tudo o que vive.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectSentidos e sensaçõespt_BR
dc.subjectCorpo humano - filosofiapt_BR
dc.subjectDançapt_BR
dc.titleAspectos da natureza humana.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida à Biblioteca Digital de TCC’s da UFOP pelo(a) autor(a) em 25/09/2017 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.description.abstractenThis essay cross over mainly about two human’s life aspects: the biological and the sociocultural aspects. It pretends investigate how this two dimensions of human’s existence influence our own perspective of the world, in a way to attribute signification to the objects of it. The focus is in the experience, by way of senses. Therefore, I try to offer reasons to defend that the experience precedes the intelligence. Descartes took away the intelligence of the body relegating it to the immaterial mind’s dominion. This essay pretends to give back to the body your integrality by launching lights over the relation between the sense organs and the exterior and interior dimensions of human’s existence. It will show up how since very early in life, the sensory experiences determines the brain formation and, how society determines the values, rules and principles the conduct the individuals, by social impositions. Besides that, we’ll see that the body is a cultural construction, as much as a biological organism. At the end, we’ll see how the artistic experience, mainly in dance, can produce a kind of liberator experience, because it appeals to the imagination and, also for having the movement as your foundation, one of the universal principles that rules everything that lives.pt_BR
Appears in Collections:Filosofia - Bacharelado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_AspectosNaturezaHumana.pdf794,76 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons