Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/760
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Cristiane Márcia dospt_BR
dc.contributor.authorOliveira, Rafiza Fernanda Moreira de-
dc.date.accessioned2018-02-23T13:50:46Z-
dc.date.available2018-02-23T13:50:46Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Rafiza Fernanda Moreira de.Saúde e crescimento econômico : uma análise para os estados brasileiros de 2002 a 2014. 2017. 35 f. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/760-
dc.description.abstractO presente trabalho parte do pressuposto de que a saúde tem impacto sobre a produtividade da economia, através disso, buscou-se evidenciar se o melhor estado de saúde pode contribuir para o aumento do PIB per capita dos estados brasileiros, entre 2002 a 2014, para isso, foi utilizando a técnica de dados em painel com modelagem de efeitos fixos, sendo fundamentado através da modelo ampliado de Solow. Em relação as variáveis utilizadas no modelo, com exceção da taxa de urbanização e da densidade demográfica, todas foram significativas e apresentaram sinais esperados. A variável utilizada para captar o estado de saúde foi a taxa de mortalidade por causas evitáveis da população em idade ativa e obteve sinal negativo, indicando que uma melhoria no estado de saúde, ou seja, queda da mortalidade por causas evitáveis, aumenta o produto interno bruto real per capita dos estados. O outro efeito indireto da saúde é observado através da variável fecundidade no qual o aumento desta variável causa uma redução do PIB per capita. Tais resultados ressaltam a importância da saúde, que implica além do bem-estar dos indivíduos, atingindo de forma relevante também o nível de produtividade e a economia do país.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectSaúdept_BR
dc.subjectCrescimento econômicopt_BR
dc.subjectTaxa de mortalidade por causas evitáveispt_BR
dc.titleSaúde e crescimento econômico : uma análise para os estados brasileiros de 2002 a 2014.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida à Biblioteca Digital de TCC da UFOP pelo autor(a), 02/06/2017, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante.pt_BR
dc.contributor.refereeSantos, Cristiane Márcia dospt_BR
dc.contributor.refereeOliveira, André Mourthé dept_BR
dc.contributor.refereeHott, Ariane Ribeiropt_BR
dc.description.abstractenThe present study bases on the assumption that health has an impact on the productivity of the economy, through this, it was sought to highlight to evidence if the best health status can contribute to the increase of the per capita GDP of the Brazilian states, between 2002 and 2014, for this purpose, it was used the panel data technique with fixed effects modelling, being based on the extended model of Solow. Regarding the variables used in the model, except for the urbanization rate and the demographic density, all were significant and showed expected signs. The variable used to capture health status was the avoidable mortality rate of the working age population and obtained a negative sign, indicating that an improvement in health status, that is, a drop in mortality from preventable causes, increases the per capita real gross domestic product of the states. The other indirect effect of health is observed through the variable fecundity in which the increase of this variable causes a reduction of GDP per capita. These results highlight the importance of health, which implies beyond the well-being of individuals, reaching in a relevant way also the level of productivity and the economy of the country.pt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_SaúdeCrescimentoEconômico.pdf1,02 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons