Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/6539
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Juliana Figueira dapt_BR
dc.contributor.authorBarbosa, Mariana Rodrigues-
dc.date.accessioned2024-02-27T17:13:41Z-
dc.date.available2024-02-27T17:13:41Z-
dc.date.issued2024pt_BR
dc.identifier.citationBARBOSA, Mariana Rodrigues. Atuação do farmacêutico em organizações humanitárias. 2024. 41 f. Monografia (Graduação em Farmácia) - Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2024.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/6539-
dc.description.abstractFarmacêuticos, são historicamente, profissionais que atuam na promoção de saúde, por meio do conhecimento técnico científico, apurado sobre o medicamento, que é o insumo essencial dessa profissão milenar. Ao longo desse século a profissão teve seus marcos, e é extremamente necessária dentro da sociedade à medida que novas descobertas são realizadas. No contexto da revisão desse trabalho, especialmente no atendimento das populações afetadas por desastres naturais, crises governamentais e situações de conflitos ou guerras, a não existência dos serviços prestados pelos farmacêuticos pode resultar em estados de calamidade pública, com intenso prejuízo dos sistemas de saúde. O objetivo desse trabalho é destacar as capacidades técnico-científicas do profissional farmacêutico, que atua em regiões conflituosas, onde os sistemas de atendimento em saúde, são também afetados e os farmacêuticos executam com maestria serviços inerentes a profissão, garantindo a prestação de serviços e o atendimento àqueles que mais necessitam. Realizou-se, busca por artigos científicos que descrevessem a atuação do farmacêutico nas organizações humanitárias. Trata-se, portanto, de uma revisão narrativa da literatura. A pesquisa foi realizada em diferentes bases de dados, a partir da pergunta norteadora, com intuito de demonstrar a atuação do farmacêutico nas organizações humanitárias. Realizou-se seleção final de 8 artigos para inclusão na revisão. Através deles, foi possível descrever e discutir as ferramentas e metodologias, empregadas pelos farmacêuticos, para solucionar as dificuldades de abastecimento e acesso a medicamentos, em ambientes tão nocivos. Como resultado dessa discussão, construiu-se quadros que informam as potencialidades da atuação dos farmacêuticos, ao redor do mundo nesses cenários distintos, das quais o seu serviço torna-se específico em muitos momentos, pela adequação do momento vivido. A conclusão demonstra as muitas possibilidades de atuação do farmacêutico no atendimento prestado nas organizações humanitárias, e a contribuição desse serviço no desenvolvimento de ferramentas de aprimoramento dos serviços prestados, e a evolução da profissão como um todo.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectAssistência Humanitáriapt_BR
dc.subjectEducação Interprofissionalpt_BR
dc.subjectMedicamentos essenciaispt_BR
dc.titleAtuação do farmacêutico em organizações humanitárias.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeDelfino, Pedro Henrique Villarpt_BR
dc.contributor.refereeBinda, Nancy Scarduapt_BR
dc.contributor.refereeSilva, Juliana Figueira dapt_BR
dc.description.abstractenPharmacists have historically been professionals who work to promote health through their technical and scientific knowledge of medicines, which are the essential input for this age-old profession. Throughout this century, the profession has had its milestones, and is extremely necessary within society as new discoveries are made. In the context of the review of this work, especially in the care of populations affected by natural disasters, government crises and situations of conflict or war, the non-existence of services provided by pharmacists can result in states of public calamity, with intense damage to health systems. The aim of this work is to highlight the technical and scientific capabilities of the pharmaceutical professional who works in conflict regions, where health care systems are also affected and pharmacists masterfully perform services inherent to the profession, guaranteeing the provision of services and care for those who need it most. A search was made for scientific articles describing the role of pharmacists in humanitarian organizations. This is therefore a narrative literature review. The search was carried out in different databases, based on the guiding question, with the aim of demonstrating the role of pharmacists in humanitarian organizations. A final selection of 8 articles was made for inclusion in the review. Through them, it was possible to describe and discuss the tools and methodologies used by pharmacists to solve the difficulties of supplying and accessing medicines in such harmful environments. As a result of this discussion, tables were drawn up that show the potential of pharmacists' work around the world in these different scenarios, where their service often becomes specific due to the suitability of the moment being experienced. The conclusion demonstrates the many possibilities for pharmacists to work in humanitarian organizations, and the contribution of this service to the development of tools to improve the services provided, and the evolution of the profession as a whole.pt_BR
dc.contributor.authorID14.2.2317pt_BR
Appears in Collections:Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_AtuaçãoFarmacêuticoOrganizações.pdfArtigo principal624,97 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.