Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/589
Title: O que a telinha não mostra : a indústria cultural e o Trem da Vale.
Authors: Sena, Rosany Cecília de
metadata.dc.contributor.advisor: Maranhão, Carolina Machado Saraiva de Albuquerque
metadata.dc.contributor.referee: Maranhão, Carolina Machado Saraiva de Albuquerque
Boava, Fernanda Maria Felício Macedo
Dantas, Jane Kelly
Keywords: Indústria cultural
Educação patrimonial
Esquematismo
Teoria crítica
Trem da Vale
Issue Date: 2017
Citation: SENA, Rosany Cecília de. O que a telinha não mostra : a indústria cultural e o Trem da Vale. 2017. 31 f. Monografia (Graduação em Administração) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2017.
Abstract: É inestimável o valor para o Patrimônio Cultural brasileiro - e mundial - que as cidades de Mariana e Ouro Preto, no Estado de Minas Gerais, carregam em sua arquitetura e tradições imateriais. Neste contexto, a mineradora Vale S.A., ativamente atuante na região, tanto na perspectiva econômica quanto na ambiental, idealizou o Programa de Educação Patrimonial Trem da Vale que, durante oito anos, foi um dos principais projetos culturais da região. Deste modo, considerando que a Educação Patrimonial é de extrema importância para a formação da identidade cultural e social do indivíduo autônomo, busca-se analisar, sob a perspectiva crítica, as inter-relações entre o Programa de Educação Patrimonial Trem da Vale com o conceito que carrega a Indústria Cultural, conforme cunhado pelos teóricos críticos Theodor Adorno e Max Horkheimer no livro “Dialética do Esclarecimento” (1985). Para tanto, utiliza-se da análise fílmica do “Documentário Projeto Trem da Vale”, para se investigar a presença de traços da Indústria Cultural no referido programa, utilizando-se como categoria de sentido a tese de Francisco Rüdiger (2004) sobre os esquematismos interpretativos comumente presentes nas práticas da Indústria Cultural. Ao se buscar compreender e interpretar os significados aparentes presentes, considerando de forma crítica as mensagens subliminares do documentário, percebeu-se que a análise permitiu, além da associação imediata aos esquematismos, realizar outros apontamentos que despertam e/ou fazem alusão às indicações políticas, econômicas, ambientais e religiosas disseminadas nesta apresentação institucional do programa e que contribuem potencialmente para o fortalecimento do legado da Indústria Cultural.
metadata.dc.description.abstracten: It is invaluable for the value of the Brazilian Cultural Heritage -and world- that the cities of Mariana and Ouro Preto, in Minas Gerais State, carry on your architecture and intangible traditions. In this context, the mining Vale S.A., active in the region, actively both in economic and environmental perspective, idealized the Vale's train heritage educational program that, for eight years, was one of the key cultural projects in the region. Thus, whereas the heritage education is of extreme importance to the formation of the cultural and social identity of the individual, it is sought to analyze, from a critical perspective, the interrelationships between the Vale's train heritage educational program with the concept that carries the Cultural Industry, as coined by critical theorists Theodor Adorno and Max Horkheimer in "Dialectic of Enlightenment" (1985). To do so, uses film analysis of the "Documentary Project Vale's train", to investigate the presence of traces of the Cultural Industry in that programme, using as categories of meaning the thesis of Francisco Rüdiger (2004) on the interpretatives esquematismos commonly present in the practices of the Cultural Industry. To seek to understand and interpret the apparent present meanings, whereas critically subliminal messages of the documentary, it was noticed that the analysis allowed, besides the immediate association of schematisms, perform other notes that arouse and/or allude to the political, economic, environmental and religious disseminated in this institutional presentation of the program and potentially contributing to the strengthening of the legacy of the Cultural Industry.
URI: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/589
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida à Biblioteca Digital de TCC da UFOP pelo autor(a), 22/03/2017, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.3, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_IndústriaCulturalVale.pdf681,38 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons