Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/464
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLocatelli, Jamillept_BR
dc.contributor.authorVieira, Milla Miriane-
dc.date.accessioned2017-07-31T17:33:06Z-
dc.date.available2017-07-31T17:33:06Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationVIEIRA, Mila Miriane. Parâmetros antropométricos, força explosiva e agilidade em atletas de voleibol do sexo feminino. 22f. Monografia (Graduação em Educação Física) - Centro Desportivo, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/464-
dc.description.abstractNa prática do voleibol, o desempenho esportivo dos atletas depende de múltiplos fatores, tais como força explosiva, agilidade e potência. O objetivo do estudo foi avaliar parâmetros antropométricos, força explosiva e agilidade de atletas de uma equipe regional de voleibol feminino do interior de Minas Gerais – Brasil. O estudo foi realizado com 9 atletas do sexo feminino de uma equipe adulta amadora de voleibol da cidade de Itabirito - MG. As atletas foram submetidas à avaliação de massa corporal, estatura e dobras cutâneas para a determinação de parâmetros antropométricos. O teste de salto vertical foi utilizado para avaliar a força explosiva de membros inferiores e o teste de Illinois, para determinar os índices de agilidade. A média dos valores encontrados para massa corporal foi de 68,1±11,4 kg, 175,1±6,7 cm para estatura e 15,9±4,9 para o percentual de gordura. Os valores médios apresentados para o salto vertical foram classificados como excelente para a distância alcançada, segundo a classificação para mulheres saudáveis e para atletas (47,67±6,8 cm). Já para o teste de Illinois, os valores encontrados foram classificados como abaixo da média para atletas (18,63±1,4 seg). Com base nesses resultados, podemos concluir que as atletas amadoras de voleibol da cidade de Itabirito – MG apresentaram características antropométricas e níveis de força explosiva de membros inferiores semelhantes às de atletas profissionais de voleibol.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectVoleibolpt_BR
dc.subjectAntropometriapt_BR
dc.subjectForça explosivapt_BR
dc.titleParâmetros antropométricos, força explosiva e agilidade em atletas de voleibol do sexo feminino.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida à Biblioteca Digital de TCC’s da UFOP pelo(a) autor(a) em 09/06/2016 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereePinto, Kelerson Mauro de Castropt_BR
dc.contributor.refereeWerneck, Francisco Zacaronpt_BR
dc.contributor.refereeSoares, Everton Rochapt_BR
dc.description.abstractenIn the volleyball practice the sports performance of athletes depends on multiple factors such as explosive strength, agility and power. The objective of the study was to evaluate anthropometric variables, explosive strength and agility of athletes from a regional female volleyball team from the interior of Minas Gerais - Brazil. The study was conducted with 9 female athletes from an adult amateur volleyball team from the city of Itabirito - MG. The athletes were submitted to the evaluation of body mass, height and skinfolds for the determination of anthropometric parameters. The vertical jump test was used to assess explosive strength of lower limbs and the Illinois test to determine the agility indices. The mean values found for body mass were 68,1±11,4 kg, 175,1±6,7 cm for height and 15,9±4,9 for body fat percentage. The mean values presented for the vertical jump were classified as excellent for the distance achieved, according to the classification for healthy women and for athletes (47.67±6.8 cm). Already for the Illinois test, the values found were classified as below the average for athletes (18.63±1.4 sec). Based on these results, we can conclude that amateur volleyball athletes from the city of Itabirito - MG presented anthropometric characteristics and lower limb explosive strength levels similar to those of professional volleyball athletes.pt_BR
Appears in Collections:Educação Física - Bacharelado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_ParametrosAntropometricosForça.pdf879,17 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons