Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/3783
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorOliveira, Francisco Horácio Pereira dept_BR
dc.contributor.authorFaria, Pedro Duarte-
dc.date.accessioned2022-01-19T19:19:58Z-
dc.date.available2022-01-19T19:19:58Z-
dc.date.issued2022pt_BR
dc.identifier.citationFARIA, Pedro Duarte. Cooperação universidade – indústria no Brasil: suas características e desafios, a partir da PINTEC (2000-2017). 2022. 36 f. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/3783-
dc.description.abstractAs universidades e instituições de pesquisa são parte importante do sistema nacional de inovação, pois dão suporte às firmas na construção de suas capacidades tecnológicas. Neste artigo, busca-se mostrar a evolução recente das interações entre essas instituições e a indústria no Brasil, através dos dados da Pesquisa Industrial de Inovação Tecnológica (PINTEC). Os dados mostram que o cenário enunciado pela literatura se perpetua onde há uma participação muito baixa dessas instituições no desenvolvimento tecnológico recente do país (menos de 3% das firmas inovadoras responderam que colaboraram com universidades). Por isso, discute-se fatores que limitam essa cooperação, como as políticas macroeconômicas, que têm afetado negativamente o desenvolvimento tecnológico e industrial do país; a falta de diversidade e uma visão a longo prazo nas políticas de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) atuais; a alocação de profissionais pós-graduados na economia; a exclusão de grande parte da população da educação superior; e além do mais, propõe-se algumas soluções.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectCooperação universitáriapt_BR
dc.subjectIndústriapt_BR
dc.subjectPesquisadorespt_BR
dc.subjectEconomiapt_BR
dc.titleCooperação universidade – indústria no Brasil : suas características e desafios, a partir da PINTEC (2000-2017).pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeOliveira, Francisco Horácio Pereira dept_BR
dc.contributor.refereeRezende, Ezequiel Henriquept_BR
dc.contributor.refereeFerreira, José Artur dos Santospt_BR
dc.description.abstractenUniversities and research institutions are important parts of the national innovation system, as they support companies in building their technological competences. This article shows the recent evolution of interactions between these institutions and the industry in Brazil, based on the data from Industrial Research on Technological Innovation (PINTEC). The data indicates that the scenario presented in the literature is perpetuated where there is a considerably low participation of these institutions in the recent technological development of the country (less than 3% of innovative companies collaborate with universities). Thus, the article discusses factors that limit this interaction and proposes some solutions. Among these factors there are the macroeconomic policies, which have negatively affected the technological and industrial development of the country; the lack of diversity and a long-term view in current Science, Technology and Innovation (CT&I) policies; the allocation of postgraduate professionals in the economy; and the exclusion of a large part of the population from higher education.pt_BR
dc.contributor.authorID17.1.3377pt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_CooperaçãoUniversidadeIndústria.pdf742,71 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons