Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/3041
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBueno, Fernanda Alves de Britopt_BR
dc.contributor.advisorFontes, Wanna Carvalhopt_BR
dc.contributor.authorMachado, Rayanne Duarte-
dc.date.accessioned2021-05-04T13:19:20Z-
dc.date.available2021-05-04T13:19:20Z-
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.citationMACHADO, Rayanne Duarte. Coberturas Verdes como um instrumento de resiliência urbana. 2020. 86 f. Monografia (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/3041-
dc.description.abstractO intenso processo de urbanização das cidades brasileiras e as suas consequências, constituem uma preocupação para os profissionais ligados às questões urbanísticas e ambientais. Ouro Preto não é diferente das demais cidades, em que o crescimento desordenado suprimiu áreas verdes, gerando graves impactos ambientais e socioeconômicos, além de ter afetado a qualidade de vida urbana. Assim, várias razões têm estimulado o estudo de coberturas verdes e de corredores ecológicos, devido às suas contribuições ao meio ambiente como: equilíbrio do ecossistema urbano, diminuição da poluição atmosférica, da impermeabilização dos solos e dos problemas de abastecimento de água; a otimização do consumo energético das edificações, bem como questões estéticas e patrimoniais, como o paisagístico e arquitetônico. Dentro deste contexto, esse trabalho tem como principal objetivo avaliar o potencial do uso de cobertura verde como instrumento de resiliência urbana. Então, foi realizada, a princípio, uma pesquisa bibliográfica para investigar os tipos de coberturas verdes existentes e quais os possíveis ganhos tecnológicos e ecológicos proporcionados pela implantação delas. Além disso, por meio do levantamento das áreas verdes suprimidas do distrito sede de Ouro Preto, foi definida como área de estudo a região composta por um tecido urbano entre Horto dos Contos e o Morro do Curral, que são áreas verdes que se encontram antropizadas. Também, foram investigadas as diretrizes normativas pertinentes às coberturas verdes e correlacionadas à legislação patrimonial. Logo após, foi realizado um levantamento das coberturas existentes na área proposta, sendo estas caracterizadas quanto a sua tipologia e investigado o potencial de implementação de novas coberturas verdes. Por fim, averiguou-se os principais desafios e potencialidades relacionados à implantação de coberturas verdes como instrumento de resiliência urbana. As coberturas verdes proporcionam, portanto, benefícios essenciais para a sustentabilidade urbana a longo prazo, sendo possível concluir que elas representam uma alternativa viável como elemento de resiliência urbana na área de estudo. No entanto, para aplicá-la em outras partes do território de Ouro Preto-MG é necessário um estudo mais aprofundado, a fim de garantir resultados eficazes.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectUrbanizaçãopt_BR
dc.subjectSustentabilidadept_BR
dc.subjectTelhados verdes - jardinagempt_BR
dc.subjectBiodiversidade - corredor ecológicopt_BR
dc.subjectOuro Preto - MGpt_BR
dc.titleCoberturas Verdes como um instrumento de resiliência urbana.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeBueno, Fernanda Alves de Britopt_BR
dc.contributor.refereeFontes, Wanna Carvalhopt_BR
dc.contributor.refereeVale, Clécio Magalhães dopt_BR
dc.contributor.refereeBragança, Luciana Souzapt_BR
dc.description.abstractenThe intense process of urbanization of Brazilian cities and its consequences are a concern for professionals linked to urban and environmental issues. Ouro Preto is no different from other cities, in which disorderly growth has suppressed green areas, generating serious environmental and socioeconomic impacts, in addition to affecting the quality of urban life. Thus, several re asons have stimulated the study of green roofs and ecological corridors, due to their contributi ons to the environment, such as: balance of the urban ecosystem, reduction of atmospheric pollution, waterproofing of soils and water supply problems; the optimization of the energy consumption of buildings, as well as aesthetic and heritage issues, such as landscaped and ar chitectural. Within this context, this work has as main objective to evaluate the potential of using green cover as an instrument of urban resilience. So, at first, bibliographic research was carried out to investigate the types of existing green roofs and what are the possible technolo gical and ecological gains provided by their implementation. In addition, by surveying the su ppressed green areas of Ouro Preto headquarters district, the region composed of an urban fabric between Horto dos Contos and Morro do Curral, which are green areas that are anthropized, was defined as the study area. Also, the normative guidelines pertaining to green roofs were investigated and correlated to equity legislation. Right after, a survey of existing coverings in the proposed area was carried out, which were characterized as to their typology, and investi gated the potential for implementing new green covering. Finally, the main challenges and po tentialities related to the implementation of green roofs as an instrument of urban resilience were investigated. Therefore, green roofs provide essential benefits for long-term urban sustai nability, and it is possible to conclude that they represent a viable alternative as an element of urban resilience in the study area. However, to apply it in other parts of the Ouro Preto-MG territory, a more in-depth study is necessary in order to guarantee effective results.pt_BR
dc.contributor.authorID15.2.1330pt_BR
Appears in Collections:Arquitetura e Urbanismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_CoberturasVerdesInstrumento.pdf6,4 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons