Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2686
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Carlos Antônio dapt_BR
dc.contributor.authorSilva, Pedro Henrique-
dc.date.accessioned2020-10-06T12:38:00Z-
dc.date.available2020-10-06T12:38:00Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationSILVA, Pedro Henrique. Análise da influência de alguns parâmetros sobre tempo de mistura, taxa de projeção e emulsão em um reator BOF. 2018. 77 f. Monografia (Graduação em Engenharia Metalúrgica) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2686-
dc.description.abstractPara se explorar ao máximo as vantagens da utilização do sopro combinado nos convertedores, parâmetros operacionais e geométricos devem ser otimizados de modo a conseguir uma boa combinação de condição de homogeneização, projeções (splashing e spitting) e emulsão controladas. Neste trabalho, avaliou-se a influência das vazões pelo fundo, pela lança, do ângulo de rotação da lança em relação às ventaneiras e do número de ventaneiras, sobre tempo de mistura, taxa de projeção e formação de emulsão, via modelagem física (modelo BOF escala 1:15). As determinações de tempo de mistura foram feitas por meio da injeção de um traçador. As taxas de projeção foram medidas pela variação do peso de um feltro devido à absorção das gotículas de água ejetadas. Nesses casos, água foi utilizada para simular o comportamento do aço e ar comprimido para o comportamento do oxigênio e dos gases inertes. Para modelagem da emulsão, utilizou-se uma solução de ácido acético 4% para simular o comportamento do aço e uma mistura de óleos de motor 10W30 e querosene com bicarbonato de sódio em dispersão para simular a escória. Avaliou-se a diferença de altura máxima e evolução do crescimento da camada de espuma. Observou-se que a vazão de fundo é o fator de maior influência no tempo de mistura e o aumento da vazão pela lança é o principal responsável pelo aumento da taxa de projeção, havendo, porém, relevância da interação jato/pluma. Verificou-se que a formação de bolhas de gás in situ é fundamental para formação de emulsão. Não houve considerável diferença entre a altura máxima atingida dos arranjos de ventaneiras analisados, mas o de menor número resultou em evolução mais rápida da emulsão.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectTempo de misturapt_BR
dc.subjectTaxa de projeçãopt_BR
dc.subjectEmulsãopt_BR
dc.subjectModelagem físicapt_BR
dc.subjectBOFpt_BR
dc.titleAnálise da influência de alguns parâmetros sobre tempo de mistura, taxa de projeção e emulsão em um reator BOF.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeSilva, Carlos Antônio dapt_BR
dc.contributor.refereePeixoto, Johne Jesus Molpt_BR
dc.contributor.refereeGabriel, Weslei Vianapt_BR
dc.description.abstractenIn order to explore to the most the advantages of combined blowing technology, operational and geometrical parameters have to be optimized to provide better mixing conditions, controlled splashing, spitting and slag foaming. The purpose of this study is to assess the influence of top blowing, bottom blowing and top lance rotation on mixing time, spitting and slag foaming through physical modelling (BOF 1:15 model). Mixing time has been determined through injection of tracer and conductivity measurements. Spitting was measured through weight variation due to droplets trapped in a cloth positioned above the physical model. In these cases, water was used to simulate steel bath and air was used to simulate oxygen and inert gases. Slag foaming modelling required an acetic acid solution (4%) in place of water and a combination of oils (10W30 engine oil and kerosene) with sodium hydrogen carbonate to simulate slag. In situ gas generation through chemical reactions was observed to be fundamental to obtain foaming. Maximum height and foam thickness were measured. Bottom blowing appears to be the most importante parameter in both mixing time and slag foaming. Increases in top blowing are responsible for increases in spitting rate, however, jet/plume interactions must be taken into account. The number of bottom tuyeres has not shown considerable influence on maximum foam height but the six nozzle arrengement achieved maximum height faster. Operational conditions wich resulted in higher spitting rates achieved higher values of maximum foam height.pt_BR
dc.contributor.authorID14.1.1219pt_BR
Appears in Collections:Engenharia Metalúrgica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_InfluênciaParâmetrosBOF.pdf3,48 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons