Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2623
Title: Jornalismo na série Supergirl : a dualidade entre Kara Danvers e Supergirl em sua trajetória como repórter.
Authors: Pinheiro, Suzane de Almeida
metadata.dc.contributor.advisor: Prado, Denise Figueiredo Barros do
metadata.dc.contributor.referee: Coração, Cláudio Rodrigues
Prado, Denise Figueiredo Barros do
Rodrigues, Hila Bernadete Silva
Keywords: Supergirl
Kara Danvers
Jornalismo
Ética
Televisão - seriados
Issue Date: 2020
Citation: PINHEIRO, Suzane de Almeida. Jornalismo na série Supergirl: a dualidade entre Kara Danvers e Supergirl em sua trajetória como repórter. 2020. 65 f. Monografia (Graduação em Jornalismo) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2020.
Abstract: O objetivo do trabalho é analisar as práticas jornalísticas emergentes na série Supergirl através da conduta da protagonista Kara Danvers/Kara Zor-El. Trata-se de uma personagem que é a alienígena, Kara Zor-El, intitulada Supergirl pelas capacidades sobre-humanas – como voar, superforça, sopro congelante etc, e seu alter ego, Kara Danvers, repórter da editoria de investigação da CatCo Magazine, em National City. A partir dessa dualidade e de suas características pessoais, Kara e Supergirl beneficiam o trabalho uma da outra usando as informações, as ferramentas, as fontes e as relações profissionais da revista. Para realizar a análise deste estudo, problematizamos os conceitos de ética jornalística e discutimos as características da adaptação televisiva da série originalmente surgida em HQ. As categorias analíticas extraídas foram: as relações interpessoais na CatCo Magazine, a dualidade e conflitos de Kara Denvers/Kara Zor-El e as relações entre a personagem e as fontes jornalísticas. A considerações finais desse trabalho revelam a centralidade da discussão ética na trajetória da heroína e da jornalista.Para a pesquisa do audiovisual foram usados, principalmente, as lentes teóricas de Anna Balogh (2002), Elizabeth Batos Duarte (2004), Arlindo Machado (2000) e François Jost (2007). Nas reflexões sobre ética, os principais são Eugênio Bucci (2000), Luciane Tófoli (2008), Nelson Traquina (2005) e Isabel Travancas (2011). Na metodologia e análise Jason Mittel (2012), François Jost (2012) e Junno Maia e Maristela da Silva (2019) norteiam a discussão.
metadata.dc.description.abstracten: The objective of the work is to analyze the journalistic practices emerging in the Supergirl series through the conduct of the protagonist Kara Danvers. She is a character who is the alien, Kara Zor-El, entitled Supergirl for superhuman abilities - like flying, super strength, freezing breath, etc, and her alter ego, Kara Danvers, reporter for the CatCo Magazine, in National City. Based on this duality and their personal characteristics, Kara and Supergirl benefit from each other's work using the magazine's information, tools, sources and professional relationships.Therefore, the work aims to problematize the protagonist's ethical conduct, taking into account the values and precepts of doing journalism. For the audiovisual research, the theoretical lenses of Anna Balogh (2002), Elizabeth Batos Duarte (2004), Arlindo Machado (2000) and François Jost (2007) were used. In the reflections on ethics, the main ones are Eugênio Bucci (2000), Luciane Tófoli (2008), Nelson Traquina (2005) and Isabel Travancas (2011). In the methodology and analysis Jason Mittel (2012), François Jost (2012) and Junno Maia and Maristela da Silva (2019) guide the discussion.
URI: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2623
Appears in Collections:Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_JornalismoSérieSupergirl.pdf2,76 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons