Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2385
Title: Plantando memórias : o audiovisual como ferramenta de ensino-aprendizagem, de construção e valorização da memória coletiva e de difusão patrimonial.6
Authors: Gonçalves, Glauciene Angélica Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor: Guimarães, Lara Linhalis
metadata.dc.contributor.referee: Guimarães, Lara Linhalis
Laia, Evandro José Medeiros
Rodrigues, Hila Bernadete Silva
Keywords: Documentário
Memória
Pertencimento
Identidade
Jovens
Issue Date: 2019
Citation: GONÇALVES, Glauciene Angélica Oliveira. Plantando memórias : o audiovisual como ferramenta de ensino-aprendizagem, de construção e valorização da memória coletiva e de difusão patrimonial. 2019. 55 f. Monografia (Graduação em Jornalismo) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2019.
Abstract: Esta pesquisa tem como principal objetivo destacar os principais procedimentos realizados no processo de realização do documentário “Plantando memórias”, que apresenta o audiovisual como ferramenta ensino-aprendizagem, de valorização e construção da memória e difusão do patrimônio. Este memorial perpassa por conceitos essenciais para compreensão sobre a interação de jovens ouropretanos com o espaço em que vivem, e também com equipamentos e ferramentas de produção audiovisual. A narrativa de execução foi pautada na ideia de que, embora reconhecer a importância da cidade para a humanidade seja fundamental, antes de mais nada, é preciso que o povo que nela vive, seu principal patrimônio, conheça essa história e, mais do que isso, nela se reconheça. Essas reflexões serão encaminhadas tendo como ponto de partida o coletivo “Olhares (IM)Possíveis”, que consiste em fazer cinema a partir da manutenção de uma horta na Escola Estadual de Ouro Preto (Polivalente), da cidade de Ouro Preto - MG. A iniciativa é desenvolvida com alunos do Ensino Fundamental II, que tem entre 13 e 15 anos. Verificou-se que o audiovisual atua como agente facilitador no envolvimento do estudante com a construção e cuidado com a horta no ambiente escolar. O espaço de interação criado traz à tona aspectos referentes à pertencimento, memória coletiva, identidade e patrimônio.
metadata.dc.description.abstracten: This research has as major objective to highlight the main procedures performed in the process of making the documentary "Plantando memórias", which presents the audiovisual as a teaching-learning tool, valorization, construction of memory and diffusion of heritage. This memorial run through essential concepts to understand about the interaction of young people from Ouro Preto with the space in which they live, and also with audiovisual production equipment and tools. The execution narrative was based on the idea that while recognizing the importance of the city for humanity is fundamental, first of all, it is necessary that the people who live in it, its main heritage, know this history and, more than that, recognize theirself in it. These reflections will be forwarded taking the collective “Olhares (IM) Possíveis” as a starting point , which consists of make cinema from the maintenance of a vegetable garden at a school in the city of Ouro Preto, called Ouro Preto State School. The initiative is developed with elementary school students, who are between 13 and 15 years old. It was found that the audiovisual acts as a facilitating agent in the student's involvement with the construction and care of the garden in the school environment. The space of interaction created brings up aspects related to belonging, collective memory, identity and heritage.
URI: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2385
Appears in Collections:Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DOCUMENTÁRIO_PlantandoMemóriasAudiovisual.mp41,94 GBUnknownView/Open
MONOGRAFIA_PlantandoMemóriasAudiovisual.pdf487,02 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons