Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2330
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Cristiane Márcia dospt_BR
dc.contributor.authorAndrade, Maria Luiza Freire-
dc.date.accessioned2020-01-06T13:45:26Z-
dc.date.available2020-01-06T13:45:26Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationANDRADE, Maria Luiza Freire. Análise do comércio bilateral Brasil-China: um estudo do índice de vantagem comparativa revelada simétrica no período de 2008 a 2018. 2019. 30 f. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2330-
dc.description.abstractA China estabeleceu uma maior parceria com o Brasil a partir de 2009, ultrapassando até mesmo os Estados Unidos. O presente trabalho buscou apresentar a evolução da parceria comercial entre brasileiros e chineses, juntamente com suas perspectivas futuras. Sendo assim, o objetivo principal foi analisar o perfil do comércio bilateral Brasil-China, bem como a estrutura das exportações e importações, no período pós-abertura comercial 2008 a 2018. Para isso, realiza-se a análise do Índice de Vantagem Comparativa Revelada Simétrica. Através de uma pesquisa entre os dois países, por fator agregado das principais mercadorias transacionadas, verificou-se que os produtos manufaturados são altamente fortes em relação às importações provenientes da China. Já no perfil da exportação do Brasil para a China constatou-se o contrário, com predominância de produtos básicos. Quanto ao Índice de Vantagem Comparativa Revelada Simétrica, apresenta resultados positivos em relação ao grupo de Alimentos e Bebidas, se destacando como principais produtos no qual o Brasil possui Vantagens Comparativas na produção.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectComércio internacional - Brasil - Chinapt_BR
dc.subjectConcorrência internacionalpt_BR
dc.subjectVantagem comparativa - comérciopt_BR
dc.titleAnálise do comércio bilateral Brasil-China : um estudo do índice de vantagem comparativa revelada simétrica no período de 2008 a 2018.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeOliveira, André Mourthé dept_BR
dc.contributor.refereeOliveira, Márcio Vinicius dept_BR
dc.contributor.refereeSantos, Cristiane Márcia dospt_BR
dc.description.abstractenChina established a larger partnership with Brazil from 2009, surpassing even the United States. This paper aimed to present the evolution of the Brazilian-Chinese trade partnership, together with their future perspectives. Thus, the main objective was to analyze the profile of Brazil-China bilateral trade, as well as the structure of exports and imports, in the post-trade opening period 2008 to 2018. For this, the Comparative Advantage Index Revealed Symmetrical. Through a survey between the two countries, by aggregate factor of the main traded goods, it was found that manufactured products are highly strong in relation to imports from China. Already in the profile of the exportation of Brazil to China the opposite was verified, with predominance of basic products. As for the Symmetric Revealed Comparative Advantage Index, it presents positive results in relation to the Food and Beverage group, standing out as the main products in which Brazil has Comparative Advantages in production.pt_BR
dc.contributor.authorID15.2.3498pt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_AnaliseComercioBilateral.pdf711,36 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons