Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2132
Title: A reconfiguração da memória na série "The Crown".
Authors: Scher, Tânia Regina
metadata.dc.contributor.advisor: Barretos, Dayane do Carmo
metadata.dc.contributor.referee: Maia, Marta Regina
Machado, Felipe Viero Kolinski
Barretos, Dayane do Carmo
Keywords: Memória coletiva na arte
Memória - filosofia
Recursos audiovisuais
Famílias reais
Issue Date: 2019
Citation: SCHER, Tânia Regina. A reconfiguração da memória na série "The Crown". 2019. 56 f. Monografia (Graduação em Jornalismo) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2019.
Abstract: Este trabalho tem por objetivo entender como a série The Crown apresenta uma reconfiguração da memória da monarquia e da realeza inglesa a partir de ferramentas da ficção. Para isso usamos principalmente as reflexões de Michael Pollak (1992) e Pierre Nora (1993) sobre lugares de memória e Eric Hobsbawm (1995), acerca das tradições inventadas. Tendo como ponto de partida a discussão sobre memória nas produções desses autores e de outros, a metodologia foi pensada a partir dos conceitos sobre a análise fílmica trazidos por Laurent Jullier e Michel Marie (2009) e Marcel Martin (2003). Entende-se que a série, dentro de sua trama, produz um novo sentido sobre a monarquia, ao trazer momentos de humanidade, dos personagens e bastidores dos eventos históricos, para a produção. As memórias selecionadas e apresentadas e as tradições inventadas ajudam a personificar uma identidade britânica dentro da série, conferindo a ela um caráter de lugar de memória.
metadata.dc.description.abstracten: This work aims to understand how the series The Crown is a reconfiguration of memory of monarchy and the English royalty from the lighting of monarchy. For this topic we used mainly the reflexes of Michael Pollak (1992) and Pierre Nora (1993) on the reading of memories and Eric Hobsbawm (1995), on the invented traditions. This study was to write the memory in samples in the analytics samples from the evaluation of Laurent Jullier and Michel Marie (2009) and Marcel Martin (2003). It is understood that the series, within its plot, produces new moments of a monarchy, when bringing moments of the humanity of the characters and scenes of the historical events for a production. The selected and listed memories invented a British identity within the series, giving it a character of memory.
URI: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2132
Appears in Collections:Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_ReconfiguraçãoMemoriaCrown.pdf1,92 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons