Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1512
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGuimarães, Gustavo Paulinellipt_BR
dc.contributor.authorDuarte, Wallacy Rodrigues-
dc.date.accessioned2018-12-18T21:38:23Z-
dc.date.available2018-12-18T21:38:23Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationDUARTE, Wallacy Rodrigues. Avaliação do incremento de medições na estimação de parâmetros modais para análise do diagrama de estabilidade no processo de fresamento. 2018. 77 f. Monografia (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1512-
dc.description.abstractDe forma geral, conhecer os limites de estabilidade dinâmica de uma máquina-ferramenta é um grande desafio, tanto para o aumento da taxa de remoção do material e consequente aumento da produtividade, quanto para preservação do conjunto, de maneira a evitar o colapso das ferramentas de corte e elementos da máquina-ferramenta. O chatter, ou vibrações regenerativas, é um dos grandes limitantes dos processos de usinagem, pois o aumento da quantidade de material retirado pode levar a uma instabilidade que antecede à quebra da ferramenta. Sendo assim, o controle das vibrações no processo de usinagem tem se mostrado um método eficiente para aumento da produtividade. Desta forma, surge a necessidade de estabelecer limites entre a estabilidade e instabilidade do processo, que podem ser conhecidos através do diagrama de lóbulos de estabilidade. Observou-se que, na literatura, tais diagramas são construídos a partir de uma Função de Resposta em Frequência (FRF), a FRF de ponto. Entretanto, é sabido que modelos modais são melhores estimados com a distribuição espacial das medições. Portanto, o presente trabalho avalia a influência do incremento de medições FRF’s na estimação de parâmetros modais para análise de estabilidade no fresamento. A obtenção das FRF’s se dá por meio do ensaio modal e a extração dos parâmetros modais é efetuada pelo método Rational Fraction Polynomial (RFP). De posse dos parâmetros dinâmicos, dos parâmetros da ferramenta e material a ser usinado, calcula-se o diagrama de estabilidade. Com base em cinco medições realizadas no eixo X e outras cinco realizadas no eixo Y, elabora-se um cálculo a fim de encontrar a média espacial dos parâmetros globais do conjunto, a saber, a frequência natural e o fator de amortecimento e então avaliar os diferentes diagramas de estabilidades encontrados. Os resultados principais indicam que existe uma diferença na representação do diagrama de estabilidade com a variação da quantidade de FRFs. Entretanto tais diferenças precisam ser validadas em ensaios experimentais de fresamento.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectVibrações Chatterpt_BR
dc.subjectDiagrama de estabilidadept_BR
dc.subjectFunção de Resposta em Frequênciapt_BR
dc.subjectParâmetros modaispt_BR
dc.titleAvaliação do incremento de medições na estimação de parâmetros modais para análise do diagrama de estabilidade no processo de fresamento.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida à Biblioteca Digital de TCC’s da UFOP pelo autor em 18/12/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeGuimarães, Gustavo Paulinellipt_BR
dc.contributor.refereePereira, Igor Cézarpt_BR
dc.contributor.refereeMapa, Lidianne de Paula Pintopt_BR
dc.description.abstractenIn general, knowing the stability limits of a machine tool is a major challenge, both to increase the rate of material production and consequent increase in productivity, as well as the preservation of the set, of rapid wear of the cutting tools and the elements of the machine tool. Chatter, or regenerative vibrations, is a major limitation of machining processes, since increasing the amount of material removed can lead to instability before tool breakage. Thus, the control of vibrations in the machining process has been shown to be an efficient method to increase productivity. In this way, the need arises to establish limits between the stability and instability of the process, which can be known through the stability lobe diagram. It has been observed that, in the literature, such diagrams are constructed from a Frequency Response Function (FRF), the point FRF. However, it is known that modal models are best estimated with the spatial distribution of measurements. Therefore, the present work evaluates the influence of the increment of FRF measurements in the estimation of modal parameters for analysis of stability in milling. The FRF is obtained through the modal test and the extraction of the modal parameters is performed by the Rational Fraction Polynomial (RFP) method. With the dynamic parameters, the parameters of the tool and material to be machined, the stability diagram is calculated. Based on five measurements performed on the X-axis and the other five measurements on the Y-axis, a calculation is made to find the spatial mean of the overall parameters of the set, namely the natural frequency and the damping factor, and then evaluate the different stabilization diagrams found. The main results indicate that there is a difference in the representation of the stability diagram with the variation of the amount of FRFs. However, such differences need to be validated with another milling test campaign.pt_BR
Appears in Collections:Engenharia Mecânica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_AvaliaçãoIncrementoMedições.pdf2,54 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons