Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1261
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorOliveira, Francisco Horácio Pereira dept_BR
dc.contributor.authorSouza, Marcia Maria Celestino de-
dc.date.accessioned2018-08-21T15:01:51Z-
dc.date.available2018-08-21T15:01:51Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationSOUZA, Marcia Maria Celestino de. Melhoria contínua e aprendizagem organizacional. 2018. 41 f. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1261-
dc.description.abstractEm teorias econômicas nas quais a tecnologia é vista como variável endógena ao desenvolvimento e a inovação é determinante para competição, fica evidenciada a importância de compreender a questão organizacional a partir de aspectos concernentes à estrutura da firma. Neste sentido, o objetivo deste trabalho foi analisar a relação e o impacto de parâmetros que fazem parte da estrutura das firmas e a melhoria contínua, caracterizada como Inovação Incremental. De forma mais específica, o estudo de caso investigou a causalidade entre as variáveis círculos de controle de qualidade, experiência, treinamentos para a qualidade, gênero do indivíduo e as melhorias implementadas nesta organização analisando se essas variáveis são significativas em conjunto (Teste F com robustez) e separadamente (Teste T) e se elas, de fato, explicam a variável dependente melhoria contínua. A base de dados utilizada foi do tipo cross-section e para a análise estatística/econométrica dos dados foi utilizado o programa Stata®. Para a elaboração do modelo econométrico, foi utilizado o MQO (Mínimos Quadrados Ordinários) e os valores encontrados no estudo demonstram que os parâmetros são significativos em conjunto para explicar a variável dependente. Portanto, de acordo com a análise dos dados, Gênero, CCQ, Experiência e Treinamento são significativos e podem ser utilizados para explicar a ocorrência da melhoria contínua. Destaca-se ainda que o estudo demonstrou forte correlação e impacto do parâmetro CCQ, confirmando a importância dos grupos e aprendizagem grupal para aprendizagem organizacional e consequentemente para a melhoria contínua. Demonstrou, ainda, que a experiência é variável importante para o estabelecimento das melhorias pois, em acordo com a teoria, é importante possibilitador da aprendizagem individual.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectInovação - administraçãopt_BR
dc.subjectOtimização estruturalpt_BR
dc.subjectGestão estratégicapt_BR
dc.titleMelhoria contínua e aprendizagem organizacional.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida à Biblioteca Digital de TCC’s da UFOP pelo(a) autor(a) em 20/08/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeOliveira, André Mourthé dept_BR
dc.contributor.refereeOliveira, Francisco Horácio Pereira dept_BR
dc.contributor.refereeCosentino, Daniel do Valpt_BR
dc.description.abstractenIn economic theories in which technology is seen as an endogenous variable for development and innovation is determinant for competition, it becomes evident the importance of understanding the organizational question from aspects concerning the structure of the firm. In this sense, the objective of this work is to analyze the relationship and impact of parameters that are part of the structure of firms and a Incremental Innovation. More specifically, the study analyzed the causality between the variables of quality control, experience, training for the quality, gender of the individual and the improvements implemented in this organization, analyzing whether these variables are significant together (Test F with robustness) and separately (Test T) and whether they actually explain the dependent variable continuous improvement. The database was cross-section, where 214 individuals were interviewed, analyzing their perceptions for a single period of time. Stata® software was used for statistical / econometric analysis of the data. Thus, a model was created to evaluate how the independent variables mentioned above affect continuous improvement. For the elaboration of the econometric model, the OLS (Ordinary Least Squares) was used. The values found in the applied study demonstrate that the parameters are significant together to explain the dependent variable. Therefore, according to the data analysis, Gender, CCQ, Experience and Training are significant and can be used to explain the occurrence of continuous improvement. In this sense, it is possible to establish, in practice, the relationship between the chosen parameters and the incremental innovations that occurred in the context of the organization. More specifically, the study demonstrated a strong correlation and impact of the CCQ parameter, confirming the importance of groups and group learning for organizational learning and consequently for continuous improvement. He also demonstrated that experience is an important variable for the establishment of improvements because, according to theory, it is important to enable individual learning.pt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_MelhoriaContínuaApredizagem.pdf1,01 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons