Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1219
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRocha, Simone Aparecida Simõespt_BR
dc.contributor.advisorPaula, Itaiane dept_BR
dc.contributor.authorLavalle, Miguel Arenas-
dc.date.accessioned2018-08-03T12:15:29Z-
dc.date.available2018-08-03T12:15:29Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationLAVALLE, Miguel Arenas. Rede de empresas de turismo na Ilha Grande-RJ: um estudo bibliométrico. 2018. 30 f. Monografia (Graduação em Administração) – Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1219-
dc.description.abstractEsta pesquisa tem como objetivo evidenciar as características do campo de estudos sobre redes empresariais voltadas ao turismo em Ilha Grande, região integrante do município de Angra dos Reis, localizado no litoral sul do estado do Rio de Janeiro. A pesquisa foi conduzida por meio de uma análise bibliométrica em 10 artigos nos principais meios de difusão científica e teve como base bibliográfica autores como Amato Neto (2001), o qual procura, em suas obras, aprofundar o tema redes empresariais e seus desdobramentos. Cassaroto Filho e Pires (1999 e 2001) também foram fontes de embasamento teórico ao publicarem obras que priorizam as redes em pequenas e médias empresas e expor os reflexos no desenvolvimento local onde estão inseridas. A análise deste estudo concentrou-se especificamente na área de redes empresariais entre os anos 2005 e 2016. Como um dos principais resultados percebe-se a escassez de estudos voltados ao tema, justamente em uma região em que a própria geografia dificulta a prestação de serviço. Para a economia e o desenvolvimento da Ilha Grande-RJ, onde a principal atividade econômica é o turismo, seria imprescindível a cooperação em rede, modo este que se insere, cada vez mais, nas principais correntes do campo econômico-organizacional. Atuando em redes, as empresas têm mais poder e complementaridade, tanto nos aspectos técnicos, que pressupõem os meios produtivos, como mercadológicos, que sugerem as redes de suprimentos e distribuição.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectCooperativaspt_BR
dc.subjectBibliometriapt_BR
dc.subjectAdministração de empresaspt_BR
dc.titleRede de empresas de turismo na Ilha Grande-RJ : um estudo bibliométrico.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida à Biblioteca Digital de TCC da UFOP pelo(a) autor(a) em 01/08/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeRocha, Simone Aparecida Simõespt_BR
dc.contributor.refereePaula, Itaiane dept_BR
dc.contributor.refereeSouza, Clarisse da Silva Vieira Camelo dept_BR
dc.description.abstractenThis research aims to highlight the characteristics of the field of studies on business networks geared to tourism in Ilha Grande, an integral part of the city of Angra dos Reis, located on the southern coast of the state of Rio de Janeiro. The research was conducted through a bibliometric analysis in 10 articles in the main means of scientific diffusion and was based on bibliographical authors such as Amato Neto (2001), which seeks to deepen the theme of business networks and its unfolding. Cassaroto Filho and Pires (1999 and 2001) were also sources of theoretical foundation when publishing works that prioritize the networks in small and medium enterprises and expose the reflexes in the local development where they are inserted. The analysis of this study focused specifically on the area of business networks between the years 2005 and 2016. One of the main results is the scarcity of studies focused on the subject, precisely in a region where the geography itself makes it difficult to provide services. For the economy and development of Ilha Grande-RJ, where the main economic activity is tourism, it would be essential to cooperate in a network, a way that is increasingly inserted in the main currents of the economic-organizational field. Working in networks, companies have more power and complementarity, both in the technical aspects, which presuppose the productive means, as well as marketing, that suggest the supply and distribution networks.pt_BR
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_RedeEmpresasTurismo.pdf942,6 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons