Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/71
Título: Relação entre o condicionamento cardiorrespiratório e o nível de estresse em professores universitários.
Autor(es): Rosário, Nacha Samadi Andrade
Orientador(es): Souza, Gabriela Guerra Leal de
Pinto, Kelerson Mauro de Castro
Palavras-chave: Condicionamento cardiorrespiratório
Estresse
Professor
Data do documento: 2014
Referência: ROSÁRIO, Nacha Samadi Andrade. Relação entre o condicionamento cardiorrespiratório e o nível de estresse em professores universitários. 2014. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Educação Física - Bacharelado) - Centro Desportivo da Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2014.
Resumo: O objetivo do estudo foi relacionar o condicionamento cardiorrespiratório e os níveis de estresse psicológico em uma amostra de professores universitários. Participaram 35 professores da Universidade Federal de Ouro Preto, de ambos os sexos, com idade entre 29 e 61 anos e lotados no Campus do Morro do Cruzeiro. Para avaliar o nível de estresse foram utilizados quatro questionários: Inventário de Sintomas de Estresse para Adultos de Lipp; Questionário de estresse no trabalho; Escala de Eventos Vitais; Questionário de Estresse Percebido. O condicionamento cardiorrespiratório foi avaliado através do teste de banco de Kasch, que consiste em subir e descer de um banco de 30 cm de altura durante 3 minutos num ritmo de 24 ciclos por minuto, sendo essa cadência monitorada por um metrônomo. A Frequência Cardíaca foi medida antes (FC1), durante (FC2) e após 1 minuto da realização do teste (FC3). Para a análise descritiva dos dados foi utilizada a tabela de interpretação dos resultados do teste de banco de Kasch, que utiliza a FC3. Além disso, foram realizadas análises quantitativas utilizando ccorrelações de Spearman entre os questionários de estresse e os índices FC2-FC1 (índice de reatividade) e FC2-FC3 (índice de recuperação). Utilizando a FC3 para interpretar os resultados do teste de banco, encontramos que 24,2% apresentaram excelente condicionamento físico, 30,3% bom condicionamento, outros 30,3% condicionamento regular e somente 15,2% apresentaram condicionamento fraco ou muito fraco. Os resultados das correlações evidenciaram que os professores com maiores valores de FC2-FC1 (pior condicionamento cardiorrespiratório) apresentaram um maior número de eventos vitais (Rho = 0,362, p = 0,042). Concluiu-se que os eventos vitais que acontecem no dia a dia dos professores podem esta relacionados com os níveis de estresse, e de alguma forma podem prejudicar a prática de exercícios físicos levando a um pior condicionamento cardiorrespiratório. _______________________________________________________________________________________________________________________________________
ABSTRACT: The objective of the study was to relate the cardiorespiratory fitness and the stress levels in a sample of university professors. Was attended by 35 teachers from the Federal University of Ouro Preto, of both sexes, aged between 29 and 61 years and crowded on the Campus of the Cruise hill. To assess the level of stress were used four questionnaires: Inventory of Symptoms of Stress for Adults of Lipp; “Job stress Scale”; Scale of Vital Events; Stress Questionnaire Perceived. The cardiorespiratory fitness was assessed by means of the test of Kasch, which consists in raising and lowering of a bank of 30 cm of height during 3 minutes at a pace of 24 cycles per minute, being this cadence monitored by a metronome. The Heart Rate was measured before (FC1), during (FC2) and after 1 minute of the test (FC3). For the descriptive analysis of the data was used to table of interpretation of the results of the test of Kasch, who uses the FC3. In addition, analyzes were carried out using quantitative correlations Spearman correlation between the questionnaires of stress and the indices FC2- FC1 (index of reactivity) and FC2-FC3 (recovery index). Using the FC3 to interpret the results of the test, we found that 24.2% had excellent physical conditioning, 30.3% good conditioning, other 30.3% regular conditioning and only 15.2% had conditioning weak or very weak. The results of the correlations showed that teachers with higher values of FC2- FC1 (worst cardiorespiratory fitness) showed a greater number of vital events (Rho = 0.362, p = 0.042). It was concluded that the life events that happen on a daily basis teachers can this related stress levels, and somehow can impair physical exercise leading to poor cardiorespiratory fitness.
URI: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/71
Licença: Autorização concedida à Biblioteca Digital de TCC da UFOP pelo autor(a), 16/12/14, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.3, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:Educação Física - Bacharelado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MONOGRAFIA_Relaçãocondicionamentocardiorespiratório.pdf1,93 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons