Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/349
Título: A abertura de capital e o desempenho das empresas : uma análise econômica e financeira dos processos de IPO’s no Brasil após o ano de 2007.
Autor(es): Santos, Filipe Soares dos
Orientador(es): Barros, Thiago de Sousa
Membros da banca: Barros, Thiago de Sousa
Matos, Getúlio Alves de Souza
Mendes, Chrystian Soares
Palavras-chave: Primeira oferta pública de ações
Retorno
Volatilidade
Data do documento: 2016
Referência: SANTOS, Filipe Soares dos. A abertura de capital e o desempenho das empresas : uma análise econômica e financeira dos processos de IPO’s no Brasil após o ano de 2007. 2016. 44 f. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2016.
Resumo: Esta pesquisa teve por objetivo analisar o desempenho das ações das empresas após a abertura de capital no mercado financeiro brasileiro no ano de 2007, bem como os reflexos e desdobramentos dessas operações no valor intrínseco de suas ações. O estudo utilizou-se de fontes de dados extraídas da bolsa de valores brasileira (BM&FBovespa) e, através de uma amostra de 26 empresas (dos cinco setores que mais fizeram IPO no ano de 2007), foram estimados os retornos e volatilidades no período de 1, 30, 90, 180 e 360 dias. Os resultados auferidos apontam um IPO mais lucrativo até 180 dias, o que se contraria no período compreendido de 360 dias, isso frente ao Ibovespa (a média do mercado). Deste modo, portanto, as empresas demonstram uma rentabilidade maior dos seus ativos sem causar prejuízos aos acionistas no curto prazo. Enquanto que na outra vertente, as empresas recorreram a grandes prejuízos e históricos de queda nos preços das ações intrínsecas nas mesmas no tempo de 360 dias.
Resumo em outra língua: This research aimed to analyze the performance of company stock after the IPO in the Brazilian financial market in 2007, as well as the reflections and consequences of these operations on the intrinsic value of their shares. The study used the extracted data sources of the Brazilian stock exchange (BM & FBovespa) and through a sample of 26 companies (the five sectors that made IPO in 2007), returns and volatilities were estimated for the period 1, 30, 90, 180 and 360 days. The results received indicate a more lucrative IPO up to 180 days, which is contrary in the period of 360 days, that against the Ibovespa (the market average). Thus, therefore, companies demonstrate a higher profitability of its assets without causing losses to shareholders in the short term. While on the other side, companies have resorted to large losses and drop in the intrinsic historical stock prices in the same time of 360 days.
URI: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/349
Licença: Autorização concedida à Biblioteca Digital de TCC da UFOP pelo autor(a), 06/02/2016, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.3, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MONOGRAFIA_AberturaCapitalDesempenho.pdf1,06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.